sábado, 5 de novembro de 2011

O que se esconde por trás de um filme?


É interessante como um filme, seja qual for, move determinados elementos que por vezes passam despercebidos por quem o assiste. Em razão disso, faremos um breve comentário acerca do vídeo “Mensagens Subliminares em O Show de Truman” (http://www.youtube.com/watch?v=RyUmN8t9qBU) à luz da abordagem feita por Adorno e Horckeimer.
O filme, de um modo geral, de acordo com a indústria cultural, é um bem simbólico produzido para o consumo dos indivíduos, baseada na razão técnica instrumental que resulta na padronização e produção em série de bens culturais. O processo de elaboração de um filme é previamente esquematizado por quem o produz. Nada que o consumidor classifica, não deixa de passar pelos esquemas da produção. Tudo que é passado para os indivíduos é antes planejado por seus produtores. Ou seja, nada está ali por acaso, e no caso de “O Show de Truman”, tudo fora planejado para que fosse desenvolvida a história. Adorno e Horckeimer, afirmam que “quanto maior a perfeição com que suas técnicas duplicam os objetos empíricos, mais fácil se torna hoje obter a ilusão de que o mundo exterior é o prolongamento sem ruptura do mundo que se descobre o filme” (p.104)
No vídeo, podemos perceber que a apresentação de diversos elementos é apresentada de acordo com as ideias ou concepções de que o próprio produtor tem em si. Um exemplo disso mostrado no vídeo é a inserção de elementos da maçonaria, que a todo o momento são mostrados no filme, como as duas colunas de Jackin e Boaz, que é o símbolo para acessar outras dimensões e fugir do mundo de Deus, segundo os produtores do vídeo, que atravessam o desenrolar da trama protagonizada por Jim Carrey que vive em um reality show sem ter noção disso.
Adorno e Horkheimer afirmam que desde a introdução do filme sonoro, a produção mecânica é tudo planejamento antecipado, que limita os indivíduos de pensarem, como uma forma de adestramento que atrofia a capacidade imaginativa, tendo em vista, que o filme, sendo ele esquematizado, coloca tudo em nossa disposição, de modo que não precisamos raciocinar nem estabelecer um pensamento crítico e questionador, pois tudo está posto, dado. O indivíduo se torna prisioneiro dos esquemas propositalmente dados, impossibilitando sua capacidade imaginativa, reflexiva, de forma que este tem sua mente anestesiada.
O filme de certo modo, serve para entreter, para refletir símbolos, e também para influenciar subliminarmente. Assim como Truman, que é manipulado antes de ter o conhecimento da verdade de como vive, somos também levados a sermos manipulados pela mídia, na medida em que apenas introjetamos o seu conteúdo sem nenhuma reflexão acerca do que está sendo posto. Dessa forma, percebemos que a indústria cultural impede a formação de indivíduos autônomos, capazes de decidir, questionar e julgar de forma consciente.

Gláucia Santos de Maria

4 comentários:

  1. Olá Acadêmicos Curiosos,
    Legal seus textos. Gosto muito de lêr e encontrei nesse espaço muita coisa interessante que vale a pena lêr. Coisa rara na rede atualmente.
    Estarei seguindo e acompanhando seu trabalho. Se desejar conhecer meu blog Construindo História Hoje. Fica aqui meu convite: http://www.construindohistoriahoje.blogspot.com
    Um abraço,
    Leandro CHH

    ResponderExcluir
  2. Oi Glaucia, olha eu de novo aqui!
    Acredito como você que alguns filmes ou quase todos(não sei muito bem) "tentam" manipular a vontade alheia e controlar nossos objetivos e interesses. Limitando nossa capacidade de pensar e discordar.
    Sobre a maçonaria, vou ser bem sincero. Odeio essa fraternidade com coisas secretas, como eles mesmo dizem. Por que? Porque é estranho uma instituição ter em seu meio as pessoas mais importantes do mundo político e midiático. Assim é muito fácil manipular interesses empresariais e até guerras.
    Mas não creio que as mensagens subliminares funcionem...a mesmo que a pessoa seja muito fraca de opinião. Acho que o melhor é nos patrulhar-mos para vêr se não estamos sendo usados por interesses alheios a nossa vontade.
    Um abraço amiga,
    Leandro CHH

    ResponderExcluir
  3. Olha Leandro, o Acadêmicos agradece a sua visita, e não se poupe em mandar seus comentários! Eles são de suma importância para que possamos refletir acerca de algumas (ou muitas)questões do mundo social.
    Acho que o modo como enxergamos as mensagens contidas em um filme, ou um livro, um noticiário, são carregados de interesses particulares que procuram passar apenas aquilo que determinadas pessoas ou grupos destas querem transmitir aos seus receptores.
    Cabe a nós questionarmos aquilo que recebemos e procurar na medida do possível, filtrar aquilo que é de fato importante, sendo que isso dependerá de cada ponto de vista.
    Quanto as imagens subliminares, não sei se vc observou no vídeo, trata-se de um discurso religioso que busca nesse filme encontrar tais mensagens. Faltou eu acrescentar no texto que era isso que o vídeo dizia e não minha opinião. Foi bom vc me atentar para esse fato!
    Obrigado e continue nos "curiando"...rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Concordo com Gláucia: temos que filtrar o que vemos. Hoje em dia temos acesso a vários tipos de materiais, entretenimento... e creio que as "grandes cabeças" tentam utilizar isso para conseguir seus interesses... seja mostrando uma marca de lanches para que crianças queiram comer e a empresa lucre, seja com uma bebida alcoólica ou não e etç...

    ResponderExcluir

E aí? O que achou?